Seja bem-vindo a AULAS100, o espaço que ensina informação e conhecimento, com artigos e curiosidades, todos relacionados a temas educativos e de saúde que transformam os leitores em curiosos, competentes e formadores de opinião.

4 de mai de 2009

É ABORTIVA A PÍLULA DO DIA SEGUINTE

Segundo o médium Chico Xavier, a pílula anticoncepcional é um recurso que nos foi concedido na Terra pela Divina Providência para que a delinquência do aborto seja sustada, uma vez que a criatura humana, por necessidade de revitalização de suas próprias forças orgânicas, naturalmente precisará do relacionamento sexual, entre os parceiros que estão compromissados no assunto, mas eles usarão esse agente anticoncepcional para que o crime do aborto seja devidamente evitado em qualquer parte do mundo".

Já a
pílula do dia seguinte
é abortiva, pois, segundo a Doutrina Espírita, desde a concepção o espírito que vai reencanar une-se ao embrião do futuro corpo por um laço fluídico, extensão do seu perispírito, isto é, o corpo fluídico que envolve o espírito. Este laço vai se apertando até o instante em que a criança vê a luz. Eis por que o crime do aborto se configura com o uso da pílula do dia seguinte, pois ela expulsa do útero materno o embrião ao qual já está ligado o espírito reencarnante, impedindo-o de voltar a Terra para progredir.

A existência do espírito desde o momento da concepção não é um simples artigo de fé, e sim uma evidência científica, obtida em relatos de pessoas sob estado de hipnose e através de lembranças espontâneas da época em que estavam sendo geradas no ventre materno. Existem também relatos de crianças que se lembram de passagens de outras encarnações, revelando uma consciência existente antes da formação do corpo na gravidez da mãe. Esses fatos vêm sendo estudados por cientistas, como o Dr. Lan Stevenson, ex-diretor do Departamento de Neurologia da Escola de Medicina da Universidade da Virgínia, nos EUA.

Agora, só em situações extremas, para salvar a vida da gestante, é que a Doutrina Espírita admite o aborto terapêutico, pelo fato de a mãe, continuando viva, poder engravidar de novo do mesmo espírito que teve sua vida interrompida. Portanto, o espíritas, defensores do direito inalienável à vida humana, não aprovam o uso da pílula do dia seguinte, mesmo em caso de estupro, por ser a vida um dom sagrado concedido pelo Supremo Criador.

0 comentários:

Postar um comentário

- Valeu pela visita de vocês e fiquem à vontade para ler e comentar.
- Dêem uma olhada também nas postagens antigas, tem muita coisa bacana para ler e aumentar o conhecimento.
- O mesmo vale para quem chega até aqui através das buscas. Voltem sempre.

.... ...