Seja bem-vindo a AULAS100, o espaço que ensina informação e conhecimento, com artigos e curiosidades, todos relacionados a temas educativos e de saúde que transformam os leitores em curiosos, competentes e formadores de opinião.

21 de nov de 2010

Quantas coisas se perdem sem leitura


Uploaded with ImageShack.us

Toda vez que leio reportagens em jornais e revistas a respeito da importância da leitura e também de projetos realizados em escolas e espaços culturais de várias comunidades que incentivam o uso de livros, destaco os pontos principais e, a partir deles, elaboro um resumo em minha mente, rascunho algumas considerações finais nos meus bloquinhos de nota, através de notícias na TV, para complementar o meu resumo, junto tudo e construo aqui em meu blog a minha postagem.

Apesar de o nosso país assumir uma posição não muito simpática quanto à qualidade da educação, considerada por enquanto péssima, que vai do pré ao ensino superior, ainda procuro manter a esperança de algum dia o Brasil estar pelo menos entre os que preparam melhor os estudantes para o mercado de trabalho e também de conscientizá-los do que é certo e errado.

Eu tinha lido na coluna de um jornal, do qual sou leitor fiel, que nos Estados Unidos os pais acostumam desde cedo a criança aos livros. Na hora de dormir, junto com o ursinho, tem sempre um livro por perto. Na hora do banho, um livro de plástico faz companhia aos barquinhos na banheira. A criança acaba aceitando o livro como parte importante da vida. Mas isso, creio eu, não ocorre em todas as famílias norte-americanas. Por outro lado, em comparação ao Brasil, o ensino do país do Tio Sam é bem avançado. E por que aqui não pode ser a mesma coisa?

O que é muito triste, quando se trata de aversão à leitura, é ouvir pessoas que não têm paciência de ler jornais, revistas e livros. Existem pais que ensinam os filhos a copiar e imprimir um assunto de pesquisa escolar pela internet, sem passar por uma edição, ou seja, destacar os fatos mais aceitos na hora de depois serem avaliados pelo professor. Enfim, os estudantes de hoje não sabem fazer resumo. Apenas leem a manchete e acham que receberão nota 10 pelo tamanho do texto e não pela qualidade. É por aí que nasce o analfabetismo funcional, ou pelo menos é uma das causas do início do mesmo.

Outro ponto é referente à violência desenfreada presente em brigas de torcidas organizadas, adultos e adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo sonhos. E para piorar, a prática constante de bullying nas escolas onde alguns alunos estão se tornando criminosos. Se esses malfeitores fossem apaixonados por leitura? Será que a violência diminuiria?

Como é possível refazer esse país se as próprias famílias não contribuem com a melhoria do ensino? Somente o governo não pode assumir todas as responsabilidades. Cá entre nós, a culpa se origina muitas vezes de alguns pais que vivem satisfazendo a vontade dos filhos, gastando rios de dinheiro com jogos violentos, ao invés de investirem em atividades educativas com uso de jogos ligados a letras e números.

Quando a leitura se torna hábito, a criança acaba tendo responsabilidade de adulto, apesar da pouca idade. É muito difícil, nos dias atuais, um estudante dizer que é hora de estudar e que pode brincar depois das provas. Através dos livros, todos se conscientizam de que pouca idade não representa menos responsabilidade.

Outra vantagem do gosto pela leitura é a disciplina quanto ao uso do dinheiro. Não importa se o governo presenteou a população com facilidades no pagamento pelos cartões de crédito. As empresas financeiras responsáveis não têm culpa pelo endividamento extremo do cidadão, na hora de abusar do cartão de crédito. O desinteresse pela leitura, sem sobras de dúvida, transforma o consumidor num ignorante sem limites e sai gastando a esmo, sem se preocupar com o futuro.

Enfim, são infinitos debates sobre os problemas da educação desse país. Os políticos entrarão em colapso, se um dia a maior parte da população brasileira se tornar culta e assim poderá escolher melhor seus representantes para Brasília.

Um abraço a todos.

0 comentários:

Postar um comentário

- Valeu pela visita de vocês e fiquem à vontade para ler e comentar.
- Dêem uma olhada também nas postagens antigas, tem muita coisa bacana para ler e aumentar o conhecimento.
- O mesmo vale para quem chega até aqui através das buscas. Voltem sempre.

.... ...