Seja bem-vindo a AULAS100, o espaço que ensina informação e conhecimento, com artigos e curiosidades, todos relacionados a temas educativos e de saúde que transformam os leitores em curiosos, competentes e formadores de opinião.

ALZHEIMER PODE AFETAR TAMBÉM JOVENS


MAL NEURODEGENERATIVO É MAIS VISTO EM IDOSOS, MAS PODE AFETAR JOVENS A PARTIR DOS 30.

Caracterizada inicialmente pela perda de memória recente, a pessoa que é acometida apresenta sintomas como desorientação espacial (se perde, por exemplo, ao ir à padaria), perda da capacidade de executar tarefas que demandam organização  (como cozinhar ou dirigir) e dificuldade de nomear objetos e formular frases.

É uma enfermidade neurodegenerativa causada pela morte progressiva de células do cérebro e normalmente começa a dar sinais em pessoas de 65 anos, sendo mais comum em idosos a partir dos 80.

Mas acontece também em pessoas mais novas, e quanto mais nova a pessoa for, maior é a chance de a doença ter origem genética. Existem famílias que carregam consigo o gene do Alzheimer precoce, que tem 50% da chance de passar para o filho.

Nessa família, sempre terá pelo menos uma pessoa de cada geração com a doença.

Por conta da perda progressiva da capacidade de dar conta de si, o paciente afetado pelo Alzheimer passa a depender mais da família, e esse mal traz um grande impacto na família, primeiro pela mudança de comportamento e perda de memória do parente. Com o passar do tempo, a pessoa precisa cada vez mais de cuidados especiais.

O Ministério da Saúde estima que haja 1,1 milhão de pessoas com a doença no país.




Leia o texto completo

Como melhorar a qualidade funcional da escola 3-3



Existem muitas escolas que conseguem fazer por onde e ofertam aos estudantes meios adequados para associar informação, conhecimento e sabedoria.

Considerar os assuntos escolares em associação com o cotidiano, fora dos muros escolares, é a saída para a introdução motivacional e a interdisciplinaridade terem a oportunidade como dupla salvadora da valorização escolar e dos profissionais de ensino.
Ler Mais

Como melhorar a qualidade funcional da escola 2-3



A introdução motivacional e a interdisciplinaridade são ferramentas sugestivas que, sempre unidas, fazem a escola ser atraente quanto ao método e, em segundo lugar, os recursos tecnológicos, além dos já existentes recursos convencionais - quadro negro e quadro branco.

O que nós queremos numa escola moderna? Existe uma visão equivocada de que adotar a metodologia moderna é apenas informatizar a escola com equipamentos de última geração, achando que, dessa forma, é o bastante para a obtenção de mais alunos. É a mesma coisa de querer um hospital todo estruturado, com aparelhos modernos, mas carecem de profissionais capacitados, habilitados para a operação dos recursos materiais.


As reuniões periódicas tiram do aluno a noção errada de que os conteúdos aprendidos não são inúteis, pensando que não estão em associação com a vida cotidiana - no lar, no trabalho,e na rua. As aulas de reforço escolar ajudam a saber estudar e não somente estudar, pois muitos estudam, mas não sabem estudar. Da mesma forma pesquisar um assunto e levá-lo ao debate para aumentar o poder de argumentação.
Ler Mais

Como melhorar a qualidade funcional da escola 1-3



Metodologia e Tecnologia andam de mãos juntas, mas se diferem quanto ao significado. Muitas escolas confundem esses dois termos, achando que são sinônimos. Como seria uma escola nova, uma escola moderna? Pensar que adotar um método novo é apenas inovar a escola com recursos tecnológicos, não é bem assim.

A introdução motivacional e a interdisciplinaridade são ferramentas sugestivas que, sempre unidas, fazem a escola ser atraente quanto ao método e, em segundo lugar, vindo os recursos tecnológicos, além dos já existentes recursos convencionais - quadro negro e quadro branco. 


Existem muitas escolas brasileiras que conseguem fazer por onde e ofertam aos estudantes meios adequados para associar informação, conhecimento e sabedoria.

Considerar os assuntos escolares em associação com o cotidiano, fora dos muros escolares, é a saída para a introdução motivacional e a interdisciplinaridade terem a oportunidade como dupla salvadora da valorização escolar e dos profissionais de ensino.
Ler Mais