Seja bem-vindo a AULAS100, o espaço que ensina informação e conhecimento, com artigos e curiosidades, todos relacionados a temas educativos e de saúde que transformam os leitores em curiosos, competentes e formadores de opinião.

Como melhorar a qualidade funcional da escola 3-3



Existem muitas escolas que conseguem fazer por onde e ofertam aos estudantes meios adequados para associar informação, conhecimento e sabedoria.

Considerar os assuntos escolares em associação com o cotidiano, fora dos muros escolares, é a saída para a introdução motivacional e a interdisciplinaridade terem a oportunidade como dupla salvadora da valorização escolar e dos profissionais de ensino.
Leia o texto completo

Como melhorar a qualidade funcional da escola 2-3



A introdução motivacional e a interdisciplinaridade são ferramentas sugestivas que, sempre unidas, fazem a escola ser atraente quanto ao método e, em segundo lugar, os recursos tecnológicos, além dos já existentes recursos convencionais - quadro negro e quadro branco.

O que nós queremos numa escola moderna? Existe uma visão equivocada de que adotar a metodologia moderna é apenas informatizar a escola com equipamentos de última geração, achando que, dessa forma, é o bastante para a obtenção de mais alunos. É a mesma coisa de querer um hospital todo estruturado, com aparelhos modernos, mas carecem de profissionais capacitados, habilitados para a operação dos recursos materiais.


As reuniões periódicas tiram do aluno a noção errada de que os conteúdos aprendidos não são inúteis, pensando que não estão em associação com a vida cotidiana - no lar, no trabalho,e na rua. As aulas de reforço escolar ajudam a saber estudar e não somente estudar, pois muitos estudam, mas não sabem estudar. Da mesma forma pesquisar um assunto e levá-lo ao debate para aumentar o poder de argumentação.
Ler Mais

Como melhorar a qualidade funcional da escola 1-3



Metodologia e Tecnologia andam de mãos juntas, mas se diferem quanto ao significado. Muitas escolas confundem esses dois termos, achando que são sinônimos. Como seria uma escola nova, uma escola moderna? Pensar que adotar um método novo é apenas inovar a escola com recursos tecnológicos, não é bem assim.

A introdução motivacional e a interdisciplinaridade são ferramentas sugestivas que, sempre unidas, fazem a escola ser atraente quanto ao método e, em segundo lugar, vindo os recursos tecnológicos, além dos já existentes recursos convencionais - quadro negro e quadro branco. 


Existem muitas escolas brasileiras que conseguem fazer por onde e ofertam aos estudantes meios adequados para associar informação, conhecimento e sabedoria.

Considerar os assuntos escolares em associação com o cotidiano, fora dos muros escolares, é a saída para a introdução motivacional e a interdisciplinaridade terem a oportunidade como dupla salvadora da valorização escolar e dos profissionais de ensino.
Ler Mais

ESCLARECIMENTO DE VEZ SOBRE O BITCOIN


Essa moeda virtual, o bitcoin, inventada em 2009 por um programador identificado pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto, que a chama de primeira moeda digital descentralizada, está sendo a febre e causando múltiplas confusões na cabeça dos que querem retorno relâmpago, apesar das apostas em meio a riscos. O bitcoin é descentralizado por não ter nenhuma autoridade monetária responsável por sua regulação, como um Banco Central. A moeda é controlada por redes livres de computação, e as transações já movimentam bilhões. Entre os especialistas, a moeda virtual não é vista como um investimento, pois seu conceito não consiste em aplicações com rentabilidade garantida. As operações são realizadas por meio de sites especializados. Cada um tem uma taxa de serviço incidente sobre o valor aplicado. São essas as regras que podem potencializar ou atrapalhar um possível lucro na retirada do que foi investido. Portanto, para esclarecimento de vez, o bitcoin é um arquivo digital, online, que funciona como moeda alternativa, sem ser impressa por governos ou bancos tradicionais, vem causando rebuliço nos mercados financeiros de todo o mundo. Em dezembro de 2017, seu valor unitário disparou, chegando a mais de US$ 18 mil (R$ 59 mil).
Ler Mais