Seja bem-vindo a AULAS100, o espaço que ensina informação e conhecimento, com artigos e curiosidades, todos relacionados a temas educativos e de saúde que transformam os leitores em curiosos, competentes e formadores de opinião.

31 de jan de 2011

Empresa burra e sem ideal

empresa,burra

Durante um bate papo informal com colegas de trabalho e vizinhos sobre abertura de vagas de emprego em várias empresas, complementando com leitura de jornal, sempre tenho admirado o incentivo e grandes oportunidades que algumas empresas oferecem aos candidatos que desejam ter crescimento e futuro promissor dentro do ambiente de trabalho. Então, eu considero uma empresa inteligente e com ideias animadoras.

Mas existem outras que não apresentam nenhuma possibilidade de evolução para os funcionários e mesmo assim estes precisam garantir o pão de cada dia, principalmente quem está há anos no emprego e ficam com medo de mudanças quando de trata de remanejamento de pessoal.

Outro dia, eu estava conversando com uma vizinha que está procurando emprego, após ter se formado na faculdade, enviou vários currículos e enfrentou entrevistas de emprego. No final, ela conta que a resposta dos empregadores é sempre a mesma: as vagas são favorecidas apenas quem tem experiência anterior e com carteira assinada.

Aí eu pergunto: Que lugares são esses com organizadores mal preparados e sem visão e que apresentam essas duas justificativas que fazem o candidato desistir da vaga?

Exigir ensino fundamental, médio ou superior até aí, tudo bem, são critérios inquestionáveis e cada empresa ou firma tem o direito de selecionar o nível escolar do entrevistado de acordo com o cargo em concorrência. E quanto à carteira assinada e experiência anterior?

Após todas essas discussões, eu passei a definir uma empresa burra e sem ideal.

Para defini-la, achei melhor caracterizar aquela empresa inteligente e visionária.

Quem está em busca do primeiro emprego deve aproveitar, já que não é exigida experiência anterior. Oferece transporte, refeitório no local, assistências médica e odontológica, participação nos lucros e bolsa-auxílio para estudos. Uma empresa incentivadora procura um perfil simples de profissional, pessoas que queiram crescer com a empresa. O profissional, porém, deve se comprometer, já que ela investe muito nos funcionários.

Li muitos exemplos de pessoas que possuem carreira construída dentro do ambiente de trabalho, tendo começado em atividades básicas e foram ganhando diversas oportunidades para crescer. Algumas chegaram a ser líderes de equipe.

Uma empresa inteligente faz o profissional se sentir muito valorizado e quem sente vontade de dar saltos cada vez maiores, pensa em fazer faculdade para aprimorar os estudos dentro do setor em que atua.

E agora já se tem uma noção do que é uma empresa burra e sem ideal: é toda empresa que age contrariamente à inteligente. Sem descartar episódios de assédios moral e sexual.

1 comentários:

Bruno Borges Borges disse...

Impressiona o quanto algumas empresas ainda insistem em não dar oportunidade a candidatos inexperientes, como profissionais recém formados.

São empresas ineficientes para criar e desenvolver a cultura da própria companhia. Em alguns casos, é muito interessante contratar um profissional novato, pois podem entender e praticar melhor essa cultura.

Quem está em busca do primeiro emprego, passa por muita dificuldade para encontrar uma vaga.

Muitas empresas, na verdade, não querem investir em treinamento e valorização dos funcionários. São empresas desvirtuadas, atuam estritamente pelo mercantilismo, deixando de lado o que mais importa para o crescimento da empresa, que é a qualificação e sistemática valorização dos recursos humanos, visando alcançar melhores resultados.

Um abraço,

Bruno Borges Borges
brunoborgesborges.blogspot.com

14 fevereiro, 2011

Postar um comentário

- Valeu pela visita de vocês e fiquem à vontade para ler e comentar.
- Dêem uma olhada também nas postagens antigas, tem muita coisa bacana para ler e aumentar o conhecimento.
- O mesmo vale para quem chega até aqui através das buscas. Voltem sempre.

.... ...