Seja bem-vindo a AULAS100, o espaço que ensina informação e conhecimento, com artigos e curiosidades, todos relacionados a temas educativos e de saúde que transformam os leitores em curiosos, competentes e formadores de opinião.

21 de nov de 2009

Plástico pode "afeminar" bebê?


Estudo nos EUA sugere que um componente do plástico, o ftalato, interfere nos hormônios sexuais desde a gravidez, ou seja, pode "afeminar" os bebês do sexo masculino. Na Europa, o ftalato foi proibido em 2005, mas no Brasil ainda é usado.

O ftalato é encontrado em vários tipos de plástico, sendo os principais o DEHP, que dá flexibilidade ao plástico (PVC), e o DBP, usado como plastificante em colas, corantes e tecidos.

Segundo pesquisas americanas, o componente interfere no desenvolvimento cerebral, bloqueando a ação da testosterona, o hormônio masculino. Alguns tipos da substância simulam o efeito do estrogênio, o hormônio feminino.

Foram feitos testes em amostras de urina das gestantes a partir da metade da gravidez e, quando seus filhos tinham de 4 a 7 anos, perguntaram a elas quais eram as brincadeiras preferidas das crianças. O resultado indicou que os meninos expostos a altas doses de DEHP e DBP durante a gestação apresentavam menor tendência a brincar com carrinhos, trens, arminhas e a participar de brincadeiras tipicamente masculinas, como lutas.

No Brasil, apesar de não sofrer proibição, o ftalato foi encontrado em níveis superiores ao recomendado, em alguns produtos.

0 comentários:

Postar um comentário

- Valeu pela visita de vocês e fiquem à vontade para ler e comentar.
- Dêem uma olhada também nas postagens antigas, tem muita coisa bacana para ler e aumentar o conhecimento.
- O mesmo vale para quem chega até aqui através das buscas. Voltem sempre.